consulta ao spc como consultar nome no spc como consultar cpf gratis consulte seu cpf online

Aprovada nova adesão ao cadastro positivo

0 0 0 0 0

 

Aprovada nova adesão ao cadastro positivo

Existente desde o ano de 2011, mas de forma voluntária, o cadastro positivo foi aprovado pelo Senado agora no mês de março a ter a sua inclusão de forma automática e para passar a vigorar, depende apenas de uma sanção do presidente Jair Bolsonaro.

A votação pela inclusão automática foi de forma esmagadora, com 66 votos a favor enquanto apenas 5 votos foram computados contra.

O cadastro único é aquele banco de dados de consumidores que possui informações de pagamentos de contas e que também mostra se o consumidor possui créditos em dia ou em atraso.

A nova regra só passará a vigorar 90 dias após ela ser sancionada, enquanto isso não ocorre, ela ainda será de forma voluntária.

Após esse prazo, todos os brasileiros que tiverem o CPF ativo e as empresas serão incluídos no cadastro positivo, mas antes será necessário que se envie um comunicado ao consumidor em até 30 dias avisando da abertura de seu cadastro.

 

O cadastro é obrigatório?

Ele será automático, mas não obrigatório, o consumidor precisará pedir a exclusão em um dos órgãos de proteção ao consumidor, como SPC, SCPC Boa Vista, Serasa ou  Quod.

Porém, os órgãos de proteção ao consumidor afirmam ser totalmente vantajoso fazer parte da inclusão ao cadastro único porque será possível fazer uma melhor avaliação do cliente e, dessa maneira, seria possível conceder não só empréstimos, mas também taxas mais justas ao consumidor, além de possibilitar que pessoas que hoje não tenham acesso ao crédito passem a ter, já que serão consideradas pagamentos de contas como água luz e telefone.

Outra vantagem seria que esse cadastro único também estimularia também uma saudável competição na oferta de crédito entre as instituições financeiras e também entre empresas de varejo.

Preocupada com a privacidade e com a segurança de dados dos consumidores, foram acrescentados ao texto que os órgãos de proteção ao consumidor, bancos e todas instituições que ambas tenham responsabilidade solidária em caso de prejuízos aos consumidores em caso de informações inverídicas opu de consultas indevidas.

Outro fator importante que foi acrescentado ao texto, é que os bancos terão acesso apenas ao escore de crédito positivo com os detalhes dos créditos em aberto permanecendo privados.

 

  • Excelente
  • Ótimo
  • Bom
  • Regular
  • Indiferente
User Rating: 5.0 (2 votes)
Sending

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Consultar Nome Sujo no SPC